sábado, 21 de novembro de 2009

Menores são detidos com moto roubada.

Honda Biz vermelha


A moto está na DP aguardando o dono
Uma guarnição da Rádio Patrulha ao fazer rondas pela cidade se deparou com dois suspeitos em uma moto Honda Biz, placa MXO 5536, Mossoró-RN, de cor vermelha, os mesmos ao notarem a presença da polícia empreenderam fuga pelas ruas de nossa cidade, e após alguns minutos de perseguição eles caíram e fugiram a pé para o mato deixando a moto caída, poucos minutos depois a guarnição conseguiu prender os mesmos e descobriram que a moto era roubada e os indivíduos eram dois menores ( A.K.D.S "16 anos") e (I.A.B.C "14") da cidade de Mossoró. Os adolescentes foram conduzidos a delegacia para a apuração dos fatos. Parabéns a todos os policiais de nossa cidade, que estão fazendo um excelente trabalho, sob o comando do capitão Carvalho.

Tentativa de fuga na Delegacia civil de Apodi.

Corredor das selas

Material usado pelos presos


Buraco já tinha sido iniciado

Ontem, após algumas escutas e investigações foi abortado uma tentativa de fuga na Delegacia civil de Apodi, o delegado Luiz Antônio juntamente com o capitão Carvalho e policiais do GTO conseguiram evitar uma fuga em massa da delegacia, onde se encontram presos de alta periculosidade. Tudo começou quando os policiais civis perceberam atitudes estranhas dos presos, tendo em vista a lotação das celas. Os presos utilizaram uma barra de alumínio de um cabo de vassoura, uma tesoura e um fio para furarem um buraco na parede, os mesmo colocavam jornal por cima do buraco que eles estavam cavando para não chamar a atenção dos policiais. A polícia militar e civil estão de parabéns pelo trabalho que está sendo feito em Apodi, mais uma vez o capitão Carvalho e o Delegado Dr. Luiz Antônio mostraram grande profissionalismo e rapidez no trabalho.


Bandidos que assassinaram um homem no Ceará são presos

Equipes da polícia de Mossoró foram acionadas para ajudar a prender três homicidas que fugiram de Tabuleiro do Norte (CE) após terem cometido um assassinato contra um comerciante daquele município. Na perseguição um dos bandidos morreu, outro foi preso e um terceiro conseguiu fugiu.
Conforme informou 2º Batalhão de Mossoró, por volta 18h40, a polícia de Tabuleiro do Norte perseguia os suspeitos, quando, solicitou ajuda das equipes da polícia mossoroense. Na ocasião, os fugitivos, que estavam em duas motos, ao se virem cercados pelas viaturas, abandonaram os veículos próximo ao Sítio Veneza, entre Baraúna e o Ceará, entrando no matagal.
De acordo com a polícia, a perseguição continuou e os bandidos invadiram residências na tentativa de despistar os policiais. Porém, foi iniciada uma troca de tiros entre eles, e um dos suspeitos, o servente, Francisco Edjailson Gomes da Silva, 21 anos, residente na rua Romualdo Galvão, no Alto da Conceição, foi atingido pelos disparos e morreu a caminho do hospital da cidade de Baraúna.
Um outro homem identificado como Oliveira Marinho de Moraes, vulgo Júnior Oliveira, foragido e acusado de vários crimes, foi capturado. Já o terceiro, segundo a polícia, um menor conseguiu fugir.
Com os criminosos, foram apreendidos dois revólveres calibre 38, duas motos Titan, sendo uma preta, placa MXT-1865 e uma azul, MXM-4149, além de uma pistola calibre 380. Júnior Oliveira foi conduzido pela polícia do Ceará, para Tabuleiro do Norte.
PRESO
Adolescente acusado de matar comerciante é detido em Mossoró.
O terceiro elemento que havia conseguido fugir do cerco policial, acusado de homicídio no estado do Ceará, um adolescente de 17 anos, foi apreendido horas depois de escapar, no município de Mossoró,pela polícia desta cidade. O adolescente teria conseguido fugir da perseguição ocorrida, na noite da quinta-feira (19) em ação conjunta das polícias do Ceará e de Mossoró.

Amarelinho baleado ao fazer abordagem

Tentativa de assassinato aconteceu na noite de ontem, por volta das 18h30, contra um Agente de Trânsito Municipal (amarelinho), no momento de uma abordagem de rotina, realizada na rua Melo Franco, no bairro Santo Antônio, em Mossoró.
De acordo com a Polícia Militar, o amarelinho Ítalo Thiago da Silva Cunha, 22 anos, residente no conjunto Vingt Rosado, foi alvejado com três tiros por dois homens não-identificados, após o mesmo ter dado ordens para que a dupla parasse a motocicleta.
Os motociclistas quando encostaram, o garupa sacou uma arma e efetuou os disparos contra Ítalo Thiago. Dois tiros acertaram a região torácica e um outro atingiu o braço esquerdo do jovem. Após o ocorrido a dupla fugiu do local, enquanto que o amarelinho foi conduzido pelo Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) para o Hospital Regional Tarcisio Maia (HRTM), onde está internado em estado grave.

ABORDAGEM
De acordo com informações policiais, Ítalo Thiago guiava a motocicleta de número 102, quando se deparou com dois homens vestidos com macacões em uma motocicleta e de capacetes, com velocidade alterada.
Segundo consta, o amarelinho, que estava no momento sozinho, mandou que a dupla encostasse e não foi obedecido. Após alguns metros, os homens pararam e foram logo atirando contra o agente. O fato aconteceu próximo à Casa de Saúde Dix-sept Rosado, em pleno horário de agitação do trânsito.

DESCONTROLE

Com a tentativa de homicídio contra o amarelinho Ítalo Thiago, que foi levado gravemente ferido para o HRTM, uma grande multidão se aglomerou em frente àquela unidade de saúde, onde familiares, amigos, colegas de trabalho e imprensa aguardavam notícias do estado de saúde da vítima.
Na ocasião, os amarelinhos que estavam presentes não conseguiram segurar a emoção e passaram a agredir a imprensa com palavrões e atitudes de desrespeito ao trabalho de diversos profissionais, tachando os repórteres de "bando de safados e carniceiros".
Fonte: omossoroense

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Irmãos sobreviventes da chacina em estado grave

Continuam em estado gravíssimo os dois irmãos que foram baleados durante a chacina, em Santo Antônio do Potengi, na madrugada do domingo passado. Márcio Viana de Araújo, 21, o “Riquinho” e Mailton Viana de Araújo, 16 não apresentaram melhoras. Ambos estão internados no Centro de Recuperação de Operados (CRO), no Walfredo Gurgel. Já Eliano Viana do Nascimento, 53, tio de Márcio e Mailton que também foi baleado está internado no Hospital Deoclécio Marques, em Parnamirim.
O caso da chacina está sendo investigado pela Delegacia de São Gonçalo do Amarante, apesar do secretário de Segurança Pública e Defesa Social ter nomeado uma comissão de dez delegados para apurar a chacina. Segundo fontes da Tribuna do Norte, a polícia da região já tem alguns suspeitos e chegou a deter, para averiguação, um traficante de drogas, mas, após depoimento e como não havia provas concretas contra o suspeito, o homem foi liberado. A suposta participação de um grupo de extermínio na chacina estaria descartada pelos policiais que trabalham no caso. Os criminosos seriam da região onde aconteceu os assassinatos.
Policiais Militares estiveram na manhã de ontem, na rua onde ocorreu a chacina. Através de uma denúncia anônima, os PMs foram até o local, pois havia a suspeita de que menores estariam comercializando drogas. Dois jovens foram abordados, mas os policiais não encontraram entorpecentes com os suspeitos. O tenente Valério Coelho, comandante do Pelotão de São Gonçalo do Amarante esteve no local da denúncia. “Apesar das denuncias não encontramos nada. É comum nesta região jovens comercializarem entorpecente. Vivem ociosos, sem trabalhar ou estudar e acabam entrando para o mundo do tráfico, conseqüentemente, do crime”.
Memória
Na madrugada do domingo (15), às 0h45, quatro homens encapuzados e armados chegaram na casa das vítimas e efetuaram vários tiros. Clécio Viana de Araújo, 17, José Cássio do Nascimento de Araújo, 20, Anderson Clayton Cunha do Nascimento, 21 e Valtércio Barbosa do Nascimento, 24 morreram na hora.
Fonte: Tribuna do Norte

Polícia Militar forma 710 novos soldados nesta sexta-feira



Novo efetivo reforçará o policiamento tanto na capital quanto no interior do Rio Grande do Norte.


O sistema de segurança pública do Rio Grande do Norte ganhará um reforço de peso nesta sexta-feira (20). Às 16 horas, no Palácio dos Esportes, o Comando da Polícia Militar formará 710 novos soldados. Com isso, o efetivo estadual passará para 9.300 policiais.Esses novos soldados reforçarão o policiamento tanto na capital, quanto no interior. O comandante Geral da PM, coronel Marcondes Rodrigues Pinheiro, explicou que nos últimos anos o efetivo policial foi reforçado em mais de 3.500 servidores.Dos 710 formados, 271 soldados ficarão em Natal. Outro 210 irão para o município de Mossoró, 107 para Assu, 72 para Caicó e 50 para Pau dos Ferros.Segundo o comandante, os novos policiais concluíram o rigoroso curso de formação ao longo de seis meses no Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (Cefap). A carga horária de 1.050 horas/aula é uma das maiores do Nordeste.O coronel disse que os soldados estão prontos para garantir a segurança da população. “Vamos deslocar os policiais para os batalhões de todo o estado”, garantiu. No início do mês, a PM formou 78 novos oficiais. Os tenentes já estão trabalhando ostensivamente. “É a maior turma de oficiais da PM em 173 anos de existência”, disse o secretário da Segurança Pública e da Defesa Social, Agripino Oliveira Neto.

POLICIA MILITAR SE REUNE NA 3ª CIA PARA DEBATER O ANDAMENTO DOS SERVIÇOS NA REGIÃO




Apodi - Hoje (20) pela manhã os policiais militares, sob o comando do Capitão Carvalho, se reuniram na 3ª companhia para debaterem o andamento dos serviços que estão sendo desenvolvidos em Apodi e região. Também foram traçados diretrizes e metas que a policia militar tentará alcançar para dar continuidade as operações realizadas, mantendo, assim, a qualidade da segurança pública prestado a população de toda a região.


LOGO APÓS A REUNIÃO O CAPITÃO CARVALHO CONVIDOU TODA A TROPA A PARTICIPAR DE UMA PEQUENA COMEMORAÇÃO EM HOMENAGENS AO ANIVERSARIANTES DO MÊS DE NOVEMBRO.


ANIVERSARIANTES DO MÊS


PAPÚ É PRESO POR DETERMINAÇÃO DA JUSTIÇA


PAPÚ” - EDENILSON BEZERRA GOMES


Apodi
- Ontem por volta das 11:00hs a policia cumpriu o MANDADO JUDICIAL que determinava a prisão preventiva do agricultor EDENILSON BEZERRA GOMES, mais conhecido como “PAPÚ”, de 30 anos e residente no Sítio Reforma (zona rural Apodi, setor da Várzea). O mesmo já tinha sido detido meses atrás acusado ter furtado pelo menos 7 BOMBAS D'AGUA no vale de Apodi. Lembrando que segundo informações colhidas ele também é um dos envolvidos que vinha aterrorizando (assaltos, furtos e roubos) todo o setor da Várzea.

A JUSTIÇA DEU A RESPOSTA QUE TODA A POPULAÇÃO DE APODI GOSTARIA ...

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Qual é a diferença entre POLÍCIA MILITAR e POLÍCA CIVIL?


POLICIA CIVIL
- investigam os homicídios, roubos e seqüestros em seus estados;
POLICIA MILITAR - são responsáveis por prevenir as condutas criminosas e zelar pela ordem pública.Cada estado tem uma
Polícia Civil. Ela é responsável pela investigação e elucidação dos crimes praticados em seu território, elaboração de Boletins de Ocorrência de qualquer natureza, expedição de Cédula de Identidade e expedição de Atestado de Antecedentes Criminais e de Residência. Também é de sua competência fiscalizar o funcionamento de determinadas atividades comerciais e autorizar a realização de grandes eventos. A Polícia Civil pode, ocasionalmente, cumprir missões fora do seu estado. Para isso, porém, é preciso pedir autorização à Polícia Civil local. Exemplo: para prender um criminoso que praticou um delito em São Paulo e foi se esconder no Rio de Janeiro, a Polícia Civil do RN tem que informar à Polícia Civil fluminense que está cumprindo missão no território dela.
Polícia Militar (que, assim como a Civil, é estadual) é responsável pelo policiamento preventivo, realizando a ronda ostensiva em todas as suas modalidades: policiamento motorizado e a pé; policiamento florestal, de trânsito urbano e rodoviário; policiamento escolar, em praças desportivas e radiopatrulhamento aéreo. A PM é um órgão regido pelo militarismo, e os policiais militares são considerados pela Constituição como força auxiliar e de reserva do Exército.

Discriminar portadores do vírus HIV poderá ser crime com pena de até quatro anos


A pessoa que discriminar um portador do vírus HIV poderá ser presa e cumprir pena de um a quatro anos. É o que prevê o Projeto de Lei 6124/05, aprovado hoje por unanimidade na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados.A aprovação do projeto, que recebeu parecer favorável do relator, o deputado federal Regis de Oliveira (PSC-SP), beneficiará os cerca de 630 mil infectados pelo vírus no Brasil.Poderá ser punida e presa a pessoa que impedir, recusar ou cancelar a inscrição de uma criança portadora do vírus em uma creche ou estabelecimento de ensino de qualquer curso ou grau, público ou privado.Será também crime negar emprego, segregar no ambiente de trabalho, divulgar a condição de um portador e exonerar ou demiti-lo de seu cargo. Caberá também prisão a quem recusar ou retardar o atendimento de saúde para um infectado.A lei impedirá que os infectados pelo HIV sejam proibidos de exercer qualquer atividade social, física ou profissional

Fonte: blog. Jean Carlos

QUADRILHA CONFESSA MAIS CINCO CRIMES




A quadrilha que sequestrou o ex-prefeito de Antônio Martins, José Júlio Fernandes Neto, o "Zé Júlio", e mais três pessoas durante a noite de segunda-feira passada, é suspeita de envolvimento em uma série de outros crimes que vinham sendo registrados no Médio Oeste do Rio Grande do Norte durante os últimos meses. A investigação aponta que o grupo já vinha atuando há cerca de três meses. Por enquanto, quatro adultos foram presos e mais dois, um deles o líder, estão foragidos.

A primeira prisão ocorreu no fim da tarde de terça-feira passada, mas a imprensa só foi informada por volta das 19h. O desempregado João Paulo Duarte, 23, foi localizado entre Campo Grande e Caraúbas. Ele foi o primeiro a ser identificado porque tem problemas vocais (conhecido popularmente como fanho) e já tinha passagem pela polícia. Ele confessou seu envolvimento e ainda apontou os outros três adultos e um adolescente de 17 anos. Os maiores presos são: Luiz Rodrigues das Neves Júnior, Maria Célia Fernandes e Maria da Conceição Fernandes.
De acordo com o delegado Márcio Delgado Varanda, que responde pelo Departamento Especializado em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR) de Natal, que foi designado pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social para coordenar as investigações, todos os envolvidos, assim como os dois que estão foragidos, já eram investigados. "Já existia uma investigação anterior, tendo em vista os assaltos que vinham ocorrendo entre Caraúbas, Campo Grande e Apodi. Já havia esse trabalho", explica, ressaltando que havia funções diferentes no bando.
Segundo Márcio Delgado, o adolescente de 17 anos, João Paulo e os outros dois que estão foragidos, identificados até então como Françuar, conhecido como "Suaca", e Cássio Murilo, o "Júnior", teriam participado diretamente do sequestro do ex-prefeito, enquanto as duas mulheres e Luiz Rodrigues davam apenas o apoio logístico, como, por exemplo, esconder as armas e o dinheiro do resgate. "Eles sabiam do que estava acontecendo e ocultaram esses objetos. Então, quatro deles participaram diretamente do assalto e os outros três são familiares que acobertaram".
Até ontem, os policiais tinham apreendido dois revólveres calibre 38, uma pistola calibre 7,65 e R$ 7.150,00 dos R$ 25 mil que foram pagos no resgate. De acordo com Delgado, a maior parte do restante desse dinheiro está em poder de Cássio Murilo, que foi apontado pelos colegas presos como o líder da quadrilha. "Ele era quem chamava os outros, quem dirigia os veículos e que também determinava o local das abordagens, segundo os outros que foram presos", esclarece Delgado, que vai dar continuidade às investigações.


Quadrilha confessa pelo menos 5 crimes

As cinco pessoas que foram capturadas na noite de terça-feira passada prestaram depoimento na Delegacia de Polícia Civil de Caraúbas e, segundo o delegado Márcio Delgado Varanda, tinham confessado suas participações em pelo menos cinco assaltos que ocorreram durante os últimos dias nas rodovias que ligam Caraúbas às cidades de Campo Grande e de Apodi.
Entre esses crimes, a quadrilha já teria confessadoao Cap. Carvalho que tentou roubar um carro com três vereadores de Apodi na noite de quinta-feira passada, além de outros crimes, como a tentativa contra um ônibus com estudantes universitários de Apodi que assistem aula em Caraúbas. Porém, a Polícia Civil diz acreditar que eles estejam envolvidos em outros crimes.
"A gente acredita que tem mais assaltos. Eles vêm agindo há pelo menos três meses somente nesta região, entre Caraúbas, Campo Grande e Apodi", comenta o delegado Márcio Delgado, que ao ser questionado sobre a demora para conseguir prender essa quadrilha, respondeu: "Infelizmente, apesar de sabermos mais ou menos quem eram essas pessoas, não tínhamos a localização de onde eles estavam se escondendo".
Há cerca de 15 dias, o próprio ex-prefeito de Antônio Martins, José Júlio, já havia sido roubado próximo à cidade de Alexandria. O modo operacional da quadrilha foi semelhante à esta que atuou contra ele na segunda-feira passada. Sobre isso, o delegado Márcio Delgado afirma que ainda não tem provas concretas que seriam as mesmas pessoas, já que este primeiro crime foi em uma área diferente da que essa quadrilha identificada vinha agindo nos últimos meses.
"Não posso confirmar que seja a mesma quadrilha, mas é provável que sim. O modo de agir foi o mesmo, mas a gente ainda não tem certeza que eles estejam agindo em outros lugares, fora Campo Grande, Caraúbas e Apodi, mas pode ser que eles estivessem também em outros lugares", comenta o delegado Delgado.
Os dois adultos presos estão na Cadeia Pública Promotor Manuel Alves Pessoa Neto, em Caraúbas, enquanto as duas mulheres estão detidas na Delegacia de Polícia Civil daquela cidade.
"O processo investigativo vai continuar até prender os outros dois suspeitos que estão envolvidos, assim como vai haver um auxílio dos outros inquéritos que já foram instaurados e que, provavelmente, foi a mesma quadrilha", finaliza Delgado.


‘Poderia ser qualquer pessoa’

Após uma primeira noite de sono, ainda mal dormida, o médico José Júlio Fernandes Neto, "Zé Júlio", ex-prefeito de Antônio Martins e pré-candidato a deputado estadual (PT), fala sobre os momentos de terror por que passou em poder de quatro sequestradores. Ele e outros dois reféns foram liberados por volta das 12h de terça-feira, mas só voltaram à noite para casa porque ainda foram prestar depoimento sobre o crime. Nesta entrevista, Zé Júlio diz que os piores momentos foram na hora da abordagem, os primeiros minutos em poder dos sequestradores e o momento de que eles exigiram o pagamento de um resgate. Para a vítima, seu sequestro serviu como um alerta para que a Secretaria de Segurança Pública do RN tenha mais atenção com as cidades do interior.

JORNAL DE FATO - Como foi que os bandidos lhe abordaram?
JOSÉ JÚLIO - Foi por volta das 23h. Eu estava vindo de Natal para Antônio Martins. Ao abordar nosso veículo, eles dispararam quatro tiros e foram à procura do carro. Eu me rendi, saí do veículo e eles pegaram a chave que estava com o motorista. Eles mandaram a gente entrar no carro e deram uma ré em alta velocidade, em direção a uma estrada carroçável, em meio a um matagal, à procura de Caraúbas. Durante o trajeto na zona rural, eles botaram a arma na cabeça do meu motorista, que estava ainda refém, e mandou eu e duas acompanhantes abaixarem as cabeças. Eles rodaram muito nas estradas carroçáveis, deram um peão (giro com o carro) dentro do matagal, até um certo ponto... Todo tipo de garrancheira que estourou um pneu. Quando parou para ajeitar o pneu, eles me levaram para um canto mais afastado para conversar sobre o resgate. Era uns quinze metros distantes do carro. Eles botaram a arma na minha cabeça, disseram que era um sequestro e que queriam R$ 25 mil para liberar os reféns. Eles perguntaram se eu tinha dinheiro, mas disse que não tinha, mas tinha como arranjar. Aí, eles pegaram meu motorista, que estava trocando o pneu do carro, e também levaram a quinze metros de distância do carro, botaram a arma na cabeça dele e disseram que eu não estava com o dinheiro e que se não arrumasse eles iam executar. Meu motorista foi e disse que ia arrumar o dinheiro. Eu sei que eles ficaram mais tranquilos, e quando o pneu foi trocado pelo suporte, eles nos levaram para andar por uns quarenta minutos, até chegar em um lugar muito estranho, no meio da mata. Não era uma casa... Era um local estranho, distante de tudo, distante de casa, de iluminação... Lá eles deixaram dois assaltantes nos fazendo de reféns e saíram mais dois. Um para buscar o dinheiro com meu motorista e o outro dizendo que ia buscar lanche para nós, mas só voltou de manhãzinha. Meu motorista saiu procurando dinheiro na região. Ele andou em três cidades e de cinco horas da manhã já tava com o dinheiro, só que o assaltante que foi com ele para pegar o dinheiro em Antônio Martins só ligou para ele de nove horas da manhã. Eles reclamaram que a polícia já estava na área e por isso foi pegar o dinheiro em Pau dos Ferros. De dez horas da manhã ele foi com outro colega, dando apoio, para pegar o dinheiro em Pau dos Ferros, e por volta das 12 horas veio a ordem para nos liberar.

ELES fixaram algum prazo para o pagamento?
ELES não deram prazo, não. Mas, naturalmente, eu disse para eles que a gente ia tentar arranjar esse dinheiro. Se não fosse de noite, seria até meio-dia do outro dia. Eles não deram prazo, mas como eu sei que um sequestro, a cada hora que passa, o cerco vai aumentando porque a polícia via tomando conhecimento... A cada hora que passava aumentava a angústia, porque ia aumentando o risco de execução.

TEM como descrever qual foi o pior momento do sequestro?
O PIOR momento foi... É... Foram três momentos ruins. Na hora da abordagem, quando eles atiraram, depois quando andaram em alta velocidade por uma estrada carroçável, vendo a hora a gente morrer, e o outro, digamos assim, triste, foi na hora da negociação do resgate, quando ele botou a arma na cabeça da gente. Eu fiquei muito apreensivo porque achei que meu motorista ia trazer o dinheiro antes de seis horas da manhã, quando ainda estava escuro... Só que o tempo foi passando... Foi passando... Deu dez horas da manhã, onze... Onze e meia... E ninguém aparecia e eu preocupado com a situação. Àquela altura do campeonato, eu previa que a polícia tinha prendido o outro bandido e estavam no meio do mundo e que a gente poderia ser executado. A gente estava muito inseguro quanto ao desfecho desse processo.

NA sua opinião, quando eles lhe abordaram no meio da pista, já estavam pensando no sequestro ou, até aquele momento, era apenas um assalto?
EU acho que eles estavam precisando de um carro para viajar e estavam esperando um carro para fazer um sequestro. Na hora que eles renderam a gente, eu tinha R$ 250,00 no bolso, meu motorista tinha R$ 300,00. Nós entregamos os R$ 550,00 na mão deles, mas eles não se satisfizeram. Eles pegaram a chave do meu carro e fugiram de mata a dentro, deixando a entender que eles não queriam só fugir, mas na verdade fazer a gente de refém e fazer um sequestro. Eu acho que eles estavam planejando mesmo era fazer um sequestro. A não ser que eles pegassem um veículo com R$ 10 mil dentro e se dariam por satisfeito e iriam fugir. Como eles não pegaram documentos, bolsas, não pediram nada. A gente deu o dinheiro porque quis, mas eles não pediram nada não.

O SENHOR acredita que essa ação já era direcionada para lhe pegar ou foi uma coisa do acaso?
EU acho que foi por acaso. Ali, qualquer um carro que eles vissem, se fosse um carro novo... Com um acompanhante e desse para eles fazerem um sequestro, eles faziam... E aí eles iam para a mata, iam fazer a proposta e a pressão psicológica para quem estivesse lá sequestrado ir arranjar o dinheiro. Eu não me identifiquei como ex-prefeito; disse apenas que era médico, e aí um disse: "Vixe, você ajuda muita gente, né?". Eu disse que sim. Eu só faço ajudar. Aí o outro falou: "Ganha muito dinheiro, né?". Eu disse que ganhava para sobreviver. Aí ele disse que queria R$ 25 mil e colocou a arma na minha cabeça. Ele perguntou se eu tinha o dinheiro na hora, mas eu disse que tinha como mandar tomar emprestado e pagar o resgate ainda escuro.

ESSA não foi a primeira situação difícil por que o senhor passou. Há quinze dias, o senhor foi assaltado. Como foi esse assalto?
EU tinha sido assaltado há quinze dias, em um trecho perto de Alexandria. Mas foi apenas um assalto; não tinha sido sequestro. Eu vinha com minha esposa, meu filho de três anos e onze meses e, quando ia passando, tinha um piquete na estrada, umas pedras altas... Tinha uma van, um carro de linha.... Todo mundo estava deitado no meio da pista e tinha mais dois carros dominados, com o pessoal dominado; eu fui o quarto da fila. Quando eu cheguei, eles pediram para eu abrir a porta e me mandaram eu deitar no chão. Levaram meu relógio de ouro, que era valioso, documento, telefone celular, dinheiro... Levaram tudo. Ainda botaram uma espingarda no meu corpo, me ameaçando, fazendo chantagem... Quando eles conseguiram levar o que queriam... mandaram a gente ir embora. Não houve nenhum disparo contra ninguém lá.

DEPOIS desse assalto, o senhor chegou a procurar as autoridades?
RAPAZ, eu não cheguei a registrar essa ocorrência aqui nas delegacias da região. Eu ia para Natal na segunda subsequente, mas não fui e deixei para ir nessa segunda agora, né? Eu sempre vou semanalmente; então, fui dessa vez. Fiz alguns contatos políticos e ia até a Secretaria de Segurança do Governo do Estado, mas eu tive que resolver outras coisas e não deu tempo para fazer isso. Eu fui apenas à Vice-Governadoria e depois iria pedir apoio à Secretaria de Segurança Pública. O chefe de Gabinete tentou contato com o secretário, mas ele estava em reunião e não conseguiu. Aí eu vim embora e no caminho fui sequestrado, infelizmente.

E AGORA? O senhor foi vítima de duas ações em pouco mais de 15 dias... Como é que o senhor está se sentindo?
RAPAZ, a gente se sente... a gente se sente inseguro, né? A gente se sente inseguro. Já sou uma pessoa um pouco conhecida e depois disso aí... Aí fico até um pouco temeroso. Mas, estive conversando com o delegado que veio para a operação em Caraúbas, e ele me tranquilizou. Mesmo assim, a gente se sente um pouco assustado com essa situação, mas a Secretaria de Segurança está sensibilizada com nossa situação. A gente foi apenas mais um e poderia ser qualquer pessoa. A quantidade de assalto que estava acontecendo na região, junto com esse meu, em forma de sequestro, sensibilizou para que seja feito um trabalho mais agressivo, mais preventivo, para coibir essa situação de violência na região Oeste.

O SENHOR disse que costuma viajar bastante pela região e também para Natal. E agora? Como é que fica sua situação? O senhor vai continuar viajando normalmente?
RAPAZ, continuo, né? Mas eu vou ter mais cuidado para não andar à noite. A maioria desses assaltos é à noite, é de madrugada. Eu tenho que andar muito porque sou médico plantonista em Pau dos Ferros, tenho minha esposa que mora em Natal, tenho contatos políticos em Natal... Tenho audiência em alguns setores públicos da capital, e na região eu ando muito, mas agora vou ter um pouco mais de cuidado. Onde eu estiver, à noite, não vou mais andar. Durmo por lá mesmo. Mas eu espero que agora, com esse incidente, a secretaria, que já estava preocupada com essa situação, venha acentuar os trabalhos. Minha proposta é que ela passe a fazer um trabalho constante. Não é só temporário não. É preciso que existam viaturas na cidade. Eu vejo as viaturas rodando nas praças, calçamentos e não há rota... Não tem polícia nas estradas, se houve rota de Martins para Alexandria, de Campo Grande para Janduís, de Janduís para Messias Targino, de Patu para Messias Targino... De manhã, de tarde e de noite, eles não fazem mais esse tipo de blitz na estrada porque sabe que a qualquer hora pode ser preso. Então, meu apelo é para que haja essa rota de viatura nas estradas e que a Inteligência continue agindo preventivamente para prender essas gangues. Não tem ninguém de fora não. É tudo gente da região. Não tem Ceará, não tem outro lugar.

Fonte: Jornal de Fato

Polícia Federal apreende cédulas de R$50,00 falsas



A Polícia Federal no Rio Grande do Norte autuou em flagrante na noite da última segunda-feira, 16, um marchante de 21 anos, residente na Zona Norte de Natal, acusado pela prática do crime de moeda falsa e apreendeu três notas de R$ 50,00.Tudo teve início por volta das 21h, quando um chamado levou uma guarnição da Polícia Militar ao endereço de um comerciante do Conjunto Soledade, que havia recebido de um adolescente uma cédula R$ 50,00 para o pagamento de despesas, porém, desconfiou da sua autenticidade. Quando os policiais chegaram ao local, não mais encontraram o menor, apenas o dinheiro falso retido.Poucos minutos depois, um acionamento levou os militares para uma nova ocorrência, desta feita em uma lanchonete nas proximidades do antigo Presídio João Chaves. No local, foi encontrado um estudante, menor de idade, que estava de posse de duas notas falsas de R$ 50,00, sendo que uma delas ele tentou passar naquele estabelecimento. Perguntado sobre a procedência do dinheiro falsificado, disse que havia recebido as cédulas de um homem residente numa vila situada no Conjunto Santarém, ficando acertado que cada nota falsa repassada ao comércio, R$ 35,00 em moeda verdadeira deveriam ser devolvidos. Afirmou ainda que o tal homem havia arregimentado outros adolescentes para o mesmo objetivo.De posse das informações, os policiais saíram à procura do homem e logo que chegaram ao endereço indicado, o suspeito, tomando conhecimento que seria conduzido para prestar esclarecimentos, tentou fugir pulando vários muros de residências vizinhas, mas terminou sendo alcançado.



fonte//www.gazetadooeste.com.br

APODI REALIZA I FORUM MUNICIPAL DAS CRIANÇAS E ADOLECENTES POTY


Patricia Lorena
APODI – O Centro de Referencia Especializado de Assistência Social – CREAS, de Apodi no Médio Oeste, realizara entre os dias 03 e 04 de dezembro, o "I Fórum Municipal de Crianças e Adolescentes Poty”, que terá como eixo temático a construção da Declaração das Crianças Poty – Impressões dos Valores e direcionamento das políticas públicas voltadas para as crianças e adolescentes do município.
Segundo a coordenadora do CREAS, professora, Patrícia Lorena Raposo, as discussões realizadas no evento estarão embasadas legalmente no Estatuto da Criança e do Adolescente – Lei Nº 8.069/90 e no Artigo 227 da Constituição Federal Brasileira de 1988.O I Fórum Municipal de Crianças e Adolescentes Poty reunirá cerca de 250 crianças e adolescentes na Casa da Cultura Popular de Apodi, escritor Walter de Brito Guerra.
Já no dia 10 de dezembro acontecera a I Audiência Publica na Câmara Municipal. O Fórum destina-se a construção de uma “Declaração dos Meninos e Meninas Poty”, feita pelas próprias crianças, que estarão respaldadas por um grupo de facilitadores e relatores advindos das escolas e comunidades que assumiram o compromisso da transcrição das idéias apresentadas O objetivo maior do evento é incentivar a participação popular das crianças e adolescentes do município nas discussões e decisões políticas que os referenciam.
A programação oficial do evento esta sendo montada, mas Patrícia Lorena garantiu que aconteceram seminários, oficinas, palestras, apre4sentações culturais, discussões de grupos de trabalho dentre varias outras atividades.
O evento esta sendo promovido pela Prefeitura do Apodi via Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social e o Centro de Referencia Especializado de Assistência Social – CREAS.
A gestão da prefeita, Goreti da Silveira Pinto, tem realizado uma administração que tem sempre buscado propostas para uma cidade justa e sustentável e através das ações executadas junto a crianças e adolescentes do município tem sempre garantindo mais respeito e dignidade as crianças da cidade e das comunidades rurais através de Programas Sociais como AABB Comunidade, Projovem, PETI, CREAS, CRAS e outros.
O município de Apodi foi um dos primeiros do Rio Grande do Norte a aderir à disputa pelo Selo UNICEF Município Aprovado 2009 e tem realizado varias ações através da Comissão de Articulação para conquista o importante selo que garantira a cidade mais credibilidade junto aos órgãos e instituições que lidam com a criança e o adolescente.
Fonte: Ascom Prefeitura Apodi

PM ganha novos soldados

Natal - Hoje dia 18/11 pela manhã no CFAPM aconteceu a solenidade de encerramento do ano letivo para os alunos soldados. Ao todo 271 novos soldados concluíram o curso de formação.
Foi lindo de ver, o instrutor do BOPE chorando ao agradecer os alunos, a festa dos pelotões junto com os mestres, alguns a quem chamavam até de pai acreditam? Bonito mesmo ver a união dessa galera, o cuidado de cabo Aldair do sexto pelotão com os seus “meninos”, deu vontade de chorar juro!!!!
Na hora de encerrar e dá o último “fora de forma” o sexto pelotão sob o comando do cabo Aldair fez o que eles mais gostam: pagaram flexões de punho cerrado no chão e depois numa espécie de despedida deram uma volta no CEFAPM sob o som de gritos de guerra mais ou menos assim “a bomba explodiu a caveira incorporou” e ainda “mão na cabeça, olha pra frente, fica bem caladinho que a revista é da PM”.
eles ficaram loucos, muitos choraram levaram o coitado do cabo acostumado com todo tipo de pressão, afinal ele é do BOPE, as lágrimas várias vezes. é bom saber que eles tem coração né?
e eu manteiga derretida chorava tanto que não consegui tirar uma foto de futuro. Ainda bem que o óculos escuro escondeu minha cara amassada e a maquiagem borrada.
a solenidade de formatura da turma acontece sexta-feira às 16 horas no palácio dos esportes. ai ai ai lá vou eu chorar de novo!!!
Parabéns aos novos soldados da PM e principalmente a cabo Aldair homem integro, comprometido com a polícia militar e acima de tudo nobre, capaz de passar tudo que sabia aos alunos sem precisar humilhar ou torturar ninguém ao contrário de outros que acham que é através da força bruta e de punições absurdas que se ensina disciplina a uma tropa.


fonte: blog. ponto 40

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Mudanças



Se desejar uma mudança, saiba que ela acontecerádepois que você mudar.”Pense com ousadia. Quanto mais ousado o pensamento,melhor. Espere maravilhas, não no futuro, mas agora.Acredite que nada é bom demais. Não permita que coisaalguma atrapalhe ou impeça você.Nós somos o que pensamos. Tudo o que somos acompanhanossos pensamentos. Com eles, fazemos o mundo. Fale e [...]

PRESA A QUADRILHA ACUSADA DE SEQUESTRAR O EX-PREFEITO DE ANTÔNIO MARTINS


JOÃO PAULO (sequestrador)

LUIS RODRIGUES

JOSEAN FERNANDES de 23 anos, natural de Caraúbas

MARIA CÉLIA de 49 anos, natural de Caraúbas

MARIA DA CONCEIÇÃO FERNANDES

O menor E.G. de 17 anos, natural de Caraúbas (sequestrador)

Parte do dinheiro recuperado estava escondido dentro de
uma almofada na casa de Maria Célia

Armas usadas pela quadrilha

Na noite de ontem (17) a Policia Militar (GTO de Apodi, Caraúbas e Campo Grande), comandada pelo Capitão Carvalho, tenente Brilhante e Eromar, conseguiram identificar e prender JOÃO PAULO DUARTE, MARIA DA CONCEIÇÃO FERNANDES, JOSIVAN FERNANDES de 23 anos (natural de Caraúbas), LUIS RODRIGUES NEVES JÚNIOR, MARIA CÉLIA FERNANDES de 49 anos (natural de Caraúbas) e o menor de iniciais E.G. de 17 anos (natural de Caraúbas) acusados de integrar a quadrilha envolvida no sequestro do ex-prefeito de António Martins, Zé Júlio (matéria abaixo), com o grupo foram apreendidos armas e munições, celulares, uma moto BROS 150 prata de placa NNS-4236 e 7.150 (sete mil e cento cinquenta) reais em dinheiro.
O fato teve inicio depois que os reféns do sequestro foram libertados no Sítio Santo António (zona rural de Caraúbas), e que uma das vítimas revelou ao Cap. Carvalho que um dos sequestradores tinha um voz fanha. Em seguida a policia militar de Apodi, Caraúbas e Campo Grande continuaram as buscas dos envolvido no sequestro e conseguiu deter primeiramente João Paulo (que é fanho) em uma moto que seria usada no sequestro, o mesmo confessou o crime e, em seguida, entregou as armas que estava enterradas nas residências de Luis Rodrigues e Josivan que também foram presos e confessaram a participação. Todos foram levados para a delegacia de Caraúbas onde serão autuados por sequestro, formação de quadrilha, porte ilegal de armas dentre outros crimes.
Neste momento a policia está a procura de mais outros envolvidos que estão foragidos, e já tem os nomes de vários outras pessoas, residentes nas comunidades próximos a Caraúbas, que tem ligação com o bando.

A quadrilha é a mesma que vem praticando vários assaltos no trecho de Apodi-Caraúbas e região.

Comissão aprova piso salarial de 4,5 mil para PMs e bombeiros



O Rio Grande do Norte está em 14º lugar no ranking de salários do país. A remuneração de um soldado potiguar é de R$ 1.594.


A Proposta de Emenda à Constituição 300/08, que define piso salarial nacional de R$ 4,5 mil para policiais militares (PM) e bombeiros, foi aprovada nesta terça-feira (17) pela comissão especial da Câmara Federal. A PEC cria piso único para a categoria no Brasil, que atualmente tem o pagamento das remunerações avaliados por cada estado. O Rio Grande do Norte está em 14º lugar no ranking de salários do país. A remuneração de um soldado potiguar é de R$ 1.594. O primeiro lugar é do Distrito Federal, com R$ 4.129, que está sendo usado como parâmetro para a equiparação em todo Brasil. A deputada federal Fátima Bezerra (PT-RN), vice-presidente da comissão, disse que com a Emenda o pagamento desses servidores terá a participação da União. Para a vereadora Mary Regina (PDT-RN), a PEC unifica o valor e corrige as distorções existentes na política salarial, principalmente do Nordeste. “Se for determinação Federal com certeza o estado terá como dar esse aumento”, acredita. Atualmente o Rio Grande do Norte tem 9 mil policiais militares na ativa e 4 mil na reserva. O texto original equipara os salários em todo o País com o dos PMs e bombeiros do DF. No entanto, o relator da proposta, deputado Major Fábio (DEM-PB), retirou esse dispositivo por considerar que a Constituição veda a equiparação salarial.A comissão se reunirá novamente nesta quarta-feira (18) para votar três destaques ao texto aprovado. Dois foram apresentados pelo autor da PEC, Faria de Sá, retirando do texto a determinação do piso de R$ 4.500 e restabelecendo a equiparação salarial com os bombeiros e policiais militares do Distrito Federal. Ou seja, volta ao texto original.O terceiro destaque foi apresentado pelo deputado Francisco Tenório (PMN-AL) e inclui os policiais civis nos benefícios aprovados.No próximo dia 26, na Assembleia Legislativa, o deputado Fernando Mineiro junto com Fátima Bezerra e entidades militares farão uma audiência pública para discutir a PEC 300.
fonte: Numinuto.com

terça-feira, 17 de novembro de 2009

PRESA A QUADRILHA ACUSADA DE SEQUESTRAR O EX-PREFEITO DE ANTÔNIO MARTINS

Hoje (17) a noite a Policia Militar (GTO de Apodi, Caraúbas e Campo Grande), comandada pelo Capitão Carvalho, conseguiu identificar e prender a quadrilha envolvida em assaltos e no sequestro do ex-prefeito de Antônio Martins (matéria abaixo). Até o momento foram detidas 06 pessoas, sendo 2 mulheres e 4 homens, com eles foram recuperados armas e aproximadamente 6 mil reais em dinheiro.
A quadrilha é a mesma que vem praticando vários assaltos no trecho de Apodi-Caraúbas e região.

LOGO MAIS TEREMOS MAIS INFORMAÇÕES, OS NOMES DOS INVOLVIDOS E TODAS AS IMAGENS DO DESFECHO DESSA OPERAÇÃO ......

GTO RECUPERA MAIS UMA MOTO ROUBADA


FRANCISCO ERONILDES MARINHO DE LIMA

FOTO ILUSTRATIVA

Na noite de segunda-feira (16) a policia militar prendeu FRANCISCO ERONILDES MARINHO DE LIMA de 36 anos, residente no bairro Cruz de Almas em Apodi, acusado de roubar uma moto titan preta 150 PLACA DJY-9301.
A prisão aconteceu depois que a policia militar recebeu a denuncia de que o acusado se encontrava com uma moto roubada, ao ser abordado e indagado sobre o fato, ele confessou que a moto foi roubada na cidade de Baraúnas, e ainda revelou que a poucos minutos teria enviado o veículo para a cidade de Mossoró em cima de um caminhão. A policia militar conseguiu interceptar o caminhão ainda a caminho de Mossoró.
O acusado foi conduzido para a delegacia local onde irá responder por receptação

Zé Júlio foi libertado

O médico e ex-prefeito de Antonio Martins, José Júlio já foi libertado por volta das 11hs. Informações chegadas ao blog dão conta de que ele foi liberado pelos seqüestradores no fim da manhã, próximo a um sítio no município de Caraúbas.O médico está bem e a polícia circula pela região a procura dos seqüestradores.Mais informações, a qualquer momento!

Ex-prefeito de Antônio Martins foi seqüestrado;



O ex-prefeito de Antônio Martins, Zé Julio, foi seqüestrado na madrugada de hoje, perto de Campo Grande.


A mulher e a filha do ex-candidato a prefeito de Marcelino Vieira, Pedro Junior, também estavam com Zé Julio.


O motorista de Zé Julio, conhecido por ‘Goreti’, foi levado pelos seqüestradores para intermediar as negociações.


Zé Julio e as outras duas vítimas ficaram num cativeiro na região entre Governador Dix Sept Rosado e Caraúbas.


O motorista ‘Goreti’, segundo a Maria Rita (mulher de Zé Julio), foi levado pelos seqüestradores para Pau dos Ferros.


Em Pau dos Ferros, a família de Zé Júlio providenciou R$ 25 mil dentro do prazo exigido, ou seja, até as 10h de hoje.


Pago o resgate, Zé Julio foi liberado no sítio São José, na região entre Governador Dix Sept Rosado e Caraúbas.


O petista Wanderlan, de Caraubas, foi buscá-lo no local e levou para sua casa. Os outros dois também foram.


Na casa de Wanderlan, Zé Julio e as outras vítimas conversaram com os delegados designados para apurar o caso.


Aparentemente não houve agressão física, apenas agressão psicológica.


Nota do Blog: Zé Julio passou o final de semana em Natal, com a mulher, e estava retornando para dá plantão em Pau dos Ferros, quando foi abordado pela quadrilha. A mulher ficou em Natal para cursar a faculdade.


Fonte: Blog. Evanio Araújo

Como são treinados os cães policiais?


Cão policial

O processo começa quando o filhote faz quatro meses de idade. Nesse período inicial, que dura cerca de oito semanas, o animal limita-se a brincar e a conviver com o policial que será seu parceiro constante. Assim, acostuma-se a identificar o dono pelo cheiro e a comunicar-se com ele. Do sexto ao décimo-quinto mês, o cão passa pelo adestramento propriamente dito, que segue duas ações básicas. A primeira é a repetição de palavras curtas – ordens como “senta!” – até o animal aprender a reconhecê-las. A segunda é uma recompensa, como um biscoito ou um brinquedo, dada quando esses comandos são obedecidos. Na fase mais avançada, o bicho aprende a atacar uma pessoa, prendendo-a com os dentes até o policial mandar soltá-la – além de ser instruído a subir e descer escadas, saltar de lugares altos e habituar-se ao barulho de tiros.

Normalmente, esses cães trabalham nas seguintes ações policiais: imobilizar um suspeito até que seja revistado; atacar criminosos; reconhecer, pelo faro, drogas e explosivos; e localizar pessoas desaparecidas na mata ou em um cativeiro. O aprendizado de cada uma dessas tarefas segue o mesmo método de ordem e recompensa. Com algumas exceções , os cachorros são da raça pastor alemão. “Isso porque ela é completa: sociável, apegada ao adestrador – e com força e resistência adequadas à atividade policial”, diz o capitão Daniel Ramos Ignácio, do Canil da Polícia Militar do Estado de São Paulo.

Ordem de ataque

Uma só palavra, mantida em segredo pela polícia, serve de comando para o cão render o inimigo

1. As viaturas que levam cachorros são adaptadas com uma plataforma de madeira no lugar do banco traseiro. O cachorro é treinado para pular pela janela e correr em direção ao suspeito, assim que recebe a ordem

2. O cão salta sobre o sujeito e agarra seu braço com os dentes, imobilizando-o. Uma mordida dessas equivale a 500 quilos de pressão – um bom motivo para usar, no treinamento, luvas resistentes como a que se vê na foto. Se o suspeito estiver armado, normalmente o impacto do ataque faz a arma cair no chão

3. Enquanto não ouve o comando para soltar sua presa, o cão mantém o sujeito imobilizado. Quando o policial chega, ele mesmo rende e revista o suspeito – mas o cão observa tudo, pronto para atacar mais uma vez, se for preciso

É fogo!

Um cão policial não pode ser medroso. Esta é uma das razões pela qual o treinamento inclui saltos através de uma roda em chamas. O exercício também serve para que o animal saiba o que fazer se for obrigado, por exemplo, a pular pela janela de uma casa incendiada

Os especialistas

Outras raças, além do pastor alemão, são treinadas para tarefas específicas

O rottweiller, bem mais agressivo que o pastor alemão, é preferido no combate a rebeliões, pelo chamado efeito psicológico: faz qualquer um tremer de medo. Ainda por cima, a pressão de sua mordida equivale a 800 quilos, quase o dobro do pastor. Em compensação, por ser mais pesado e troncudo, cansa mais rápido – motivo pelo qual não é tão utilizado em patrulhamentos rotineiros

Por seu olfato hipersensível e seu instinto de caçador, o labrador é o escolhido para dar plantão farejando drogas em aeroportos e bloqueios rodoviários. Ele é treinado para isso desde pequeno, ganhando ossos de brinquedo recheados, por exemplo, com maconha. A raça é capaz de identificar 25 tipos diferentes de odores, alguns deles imperceptíveis para os seres humanos

O pastor belga de Malinoá, parente do pastor alemão, é o favorito para a delicada missão de detectar, também pelo olfato, explosivos como pólvora e dinamite. O animal é treinado para jamais encostar nos objetos, pois muitas bombas podem explodir com um simples toque. O labrador, apesar de seu faro fino, é estabanado demais para isso

DICAS DE SEGURANÇA

CARTILHA DO CIDADÃO SEGURO


Nas Ruas



Previna-se contra a ação dos marginais não ostentando objetos de valor como relógios, pulseiras, colares e outras jóias de valor.
Evite passar em ruas ou praças mal iluminadas.

Se sentir que está sendo seguido, entre em algum estabelecimento comercial ou atravesse a rua.
Não saia com grandes quantias de dinheiro ou cartões de crédito se não houver necessidade.
Não abra a carteira ou a bolsa na frente de estranhos. Separe pequenas quantias de dinheiro para pagar passagem, café, cigarros etc.
Ao sair sozinho, procure sempre ficar no centro da calçada e na direção contrária ao trânsito. Fica mais fácil perceber a aproximação de um veículo suspeito.
Não deixe de comunicar a presença de elementos suspeitos nas proximidades de sua casa.
Ao retornar, notando algum sinal estranho (porta aberta, luzes acesas, etc.), não entre em casa, chame a polícia.


Nas Compras



Procure não ir às compras sozinho. Se possível leve alguém para acompanhá-lo, é mais seguro.
Nunca deixe sua bolsa ou compras em locais onde possam ser roubados.

Prefira pagar suas contas com cartão ou cheque. Assim você não precisa conduzir grandes quantias em dinheiro.
Procure não entrar em lojas muito cheias. Faça suas compras em horários de menor movimento.
Evite carregar muitos pacotes para não ocupar as duas mãos.
Nunca mostre dinheiro em lugares públicos, especialmente em bares, restaurantes, cinemas, lojas, barracas de camelôs, etc.
No caso de furto ou qualquer ocorrência policial, não perca tempo, comunique imediatamente à Delegacia de Polícia mais próxima da área.


Nos Bancos



Evite conversar com pessoas estranhas dentro ou fora do banco.
Proteja bem o dinheiro ou cheques na hora que for ao banco fazer depósitos.

Ao sair do banco olhe bem para todos os lados para ter certeza de que não está sendo seguido.
Nunca aceite ajuda de estranhos ao utilizar os caixas eletrônicos.
Se, ao sair do banco, o pneu do seu carro estiver vazio, volte e confie seu dinheiro à guarda do gerente e, só então providencie a troca pelo estepe. Você estará evitando a ação dos ladrões que roubam sua pasta com dinheiro enquanto você troca o pneu ("golpe da furadinha").


Ao Viajar
Casa ou apartamento




Não comente sua viagem com pessoas estranhas por perto.
Avise a um vizinho de confiança sobre a sua viagem. Se possível deixe um número de telefone e ligue de vez em quando para saber se está tudo bem.
Ao se ausentar por um longo período, peça a um parente para visitar sua casa periodicamente.
Suspenda a entrega de jornais e solicite a um vizinho para recolher a correspondência.
Nunca deixe jóias ou dinheiro guardado dentro de casa mesmo que seja num cofre. Procure os cofres dos bancos.
Reforce a fechadura da porta da frente. Feche bem todas as portas e janelas se possível com trancas.
Desligue a campainha para evitar que pessoas fiquem testando para saber se existe alguém em casa.
Evite colocar cadeados do lado de fora do portão. Isso pode mostrar que os moradores estão fora de casa.
Só entregue as chaves de sua casa a pessoas de confiança.

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

A PARTIR DE HOJE POLICIA MILITAR INTENSIFICA TRABALHO ENTRE APODI CARAÚBAS



A POLICIA MILITAR, SOB O COMANDO DO CAPITÃO CARVALHO, INTENSIFICARÁ A RODOVIA QUE LIGA APODI-CARAÚBAS A PARTIR DE HOJE (16). COM ISSO A POLICIA BUSCA SOLUCIONAR ALGUNS PROBLEMAS QUE VEM AFLIGINDO O DETERMINADO TRECHO...
A OPERAÇÃO SERÁ FEITA DIA E NOITE, PRINCIPALMENTE NOS HORÁRIOS COM MAIOR ÍNDICE DE OCORRÊNCIAS, COM TEMPO INDETERMINADO DE DURAÇÃO....

HOMEM É DETIDO POR PILOTAR EMBRIAGADO


Jorge Kelyson


Apodi
- Ontem (15) por volta das 14:00hs a policia militar (GTO) conseguiu deter JORGE KELYSON DE SOUZA COSTA de 23 anos, residente no Sítio Santa Cruz (zona rural de Apodi), acusado de pilotar em estado de embriagues a moto Biz de cor azul, Placa MYE-6684.
O fato ocorreu no momento em que o acusado pilotava uma moto BIZ nas proximidades da Barragem de Santa Cruz, quando a policia percebeu o estado do mesmo, de imediato, fez a apreensão do veículo, e em seguida conduziu JORGE até uma guarnição da Policia Rodoviaria Federal para que seja feito o teste de Bafômentro onde mostrou 0.96 g/l de álcool que constatou o crime. O mesmo foi conduzido para a delegacia local para que seja feito o flagrante delito pelo crime de "EMBRIAGUES AO VOLANTE".

* Segundo as leis em vigor no país, o nível de álcool permitido é de até 0,6g por litro de sangue.

AUDIÊNCIA PÚBLICA EM FAVOR DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE É REALIZADA EM APODI


CASA DA CULTURA DE APODI






Apodi - Hoje (16) na Casa da Cultura Popular o ministério Público através da 1ª Promotoria de Justiça da Comarca de Apodi promoveu a Audiência Publica para debater vários temas relacionados à proteção da criança e do adolescente. O evento foi convocado pela promotora de justiça Danielle de Carvalho Fernandes, que atua na Comarca de Apodi, e teve a participação de membros do Conselho Tutelar, Conselheiros dos Direitos da Criança e Adolescentes, representantes das Policias Militar e Civil, diretores de escolas das redes municipal, estadual e particular de ensino, proprietários de bares, dentre várias outras autoridades.
A audiência faz parte das ações que estão sendo realizadas para chamar a atenção da sociedade para combater crimes de abusos contra crianças e adolescentes, a venda de bebidas alcoólicas para menores de 18 anos, operações integradas visando proteger crianças e adolescentes em situação de risco e implementação da ficha de notificação/investigação individual de violência domestica, sexual dentre vários outros tipos de crimes praticados contra adolescentes.

Tentativa de assalto a ônibus de Apodi deixa universitários aterrorizados

CARAÚBAS /APODI - O clima de insegurança voltou a reinar entre os mais de 70 estudantes universitários do município de Apodi que estudam no Núcleo Avançado da Universidade estadual do Rio Grande do Norte (UERN) em Caraúbas, no Médio Oeste.
Na noite de quinta-feira, quando o ônibus que transportava os universitários se deslocava de Caraúbas a Apodi pela RN 117 sofreu uma emboscada na rodovia. A estrada foi tomada por galhos de árvores e pedras, obrigando os motoristas que trafegam pela área pararem seus veículos para que os assaltantes agissem sem dificuldades.
Quando deixavam a cidade de Caraúbas, os estudantes haviam sido alertados de que o veículo do vocalista da banda Saia Rodada havia sido alvejado por tiros na rodovia que liga Caraúbas a Olho D'água dos Borges, e que a Polícia Militar estaria fazendo um trabalho naquela região.
Bastante apreensivos e preocupados com a situação, quando o motorista do ônibus de Apodi retornava à cidade, estranharam que havia galhos de árvores espalhados no meio da pista, e que havia um carro parado na estrada pedindo a atenção, pedindo para que o ônibus parasse. Mas o motorista apodiense saiu em disparada, não dando condições que houvesse nenhuma abordagem.
Os universitários contaram na Delegacia de Polícia Civil de Apodi, comandada pelo bacharel Luís Antônio, que desde a saída de Caraúbas o ônibus estava sendo seguido por duas motos com quatro homens que estavam usando capacetes. Os estudantes acreditam que se o motorista tivesse parado, teriam sido todos assaltados.
O ônibus dos estudantes que vai de Apodi para Caraúbas já foi assaltado duas vezes e os assaltantes sempre usaram de muita violência, chegando a espancar até uma universitária grávida, fato registrado no último assalto.
Preocupado com a situação, um grupo de estudantes formando por cerca de 30 universitários registrou a ocorrência na Delegacia de Polícia Civil de Apodi, mostrando o grave problema ao delegado Luís Antônio, que prometeu amplia as investigações junto à Polícia Civil de Caraúbas.
O Núcleo Avançado da Uern em Caraúbas conta com mais de 70 alunos da cidade Apodi, com o problema da falta de segurança os jovens estão ameaçando trancar as matrículas e com isso o Núcleo de Caraúbas poderá fechar, pois cerca de 60% dos seus alunos são de Apodi, que fazem os cursos de Pedagogia e Geografia. Temendo represálias por parte dos assaltantes, os estudantes pediram para não revelar seus nomes.
Recentemente os prefeitos de Apodi, Goreti da Silveira Pinto; Caraúbas, Ademar Ferreira; Itaú, Edson Melo; Severiano Melo, Silvestre Monteiro; Felipe Guerra, Braz Costa; Rodolfo Fernandes, Bernadete Queiroz estiverem em audiência com a cúpula da segurança do Rio Grande do Norte cobrando mais segurança e investimentos para a região.

Diariamente cerca de 800 jovens se deslocam de Apodi para as universidades de Mossoró e Caraúbas para estudar, mas sempre têm sido vítimas de assaltos. A prefeita de Apodi, Goreti Pinto, tem tentando de todas as formas junto ao Governo do Estado a transformação do Núcleo Avançado da Uern em campus, mas até o momento a governadora Wilma de Faria não sinalizou se atenderá o pleito.

fonte: http://www.gazetadooeste.com.br/policia2.php

DETIDO ACUSADO DE FURTAR CELULAR



Apodi - Neste domingo (15) a policia militar conseguiu deter o desocupado JOSÉ FLAVIANO DOS SANTOS de 25 anos (vulgo BIANO) acusado de furtar um celular. O mesmo foi denunciado a policia depois que a própria vítima (nome a preservar) o reconheceu. A policia militar conseguiu abordar o suspeito nas proximidades da Avenida Marechal Floriano, e depois de indagado sobre o celular o mesmo confessou o crime, em seguida levou os policiais ate o local onde o objeto se encontrava. Biano foi conduzido ate a delegacia local para que sejam feitos todos os procedimentos cabíveis. BIANO já responde por outros furtos.

Matéria enviada por um leitor (mande já a sua!)


A Violência - Um problema social que pede socorro


Atualmente o mundo passa por transformações constantes e também igualmente atravessa várias fases que são permeadas por problemas que afetam não só a vida de um cidadão, mas de toda uma coletividade, dentre eles pode-se destacar um mal que afeta à todos, a violência.
Quando se fala no referido assunto logo vem à mente a imagem de policiais correndo atrás de bandidos, atirando e realizando buscas.
Mas eu pergunto à você leitor que honra-me sempre com a sua leitura questionadora e atenta, qual é ou quais são as causas da violência?
As razões para a mesma são diversas e dentre elas pode-se destacar: a falta de um sistema de segurança eficiente e eficaz, o problema das leis que não funcionam a contento devido à existência de fiscalização, muitas instâncias, vários mecanismos burocráticos que tornam deveras morosa a resolução de casos que embora aparentemente pareçam simples para aquele que pleiteia determinado direito e que acredita e deseja ter seus problemas resolvidos, e também o problema que deve ser considerado de forma consciente e o problema social que afeta o dia-a-dia da sociedade como um todo.
Faz-se necessárias providências que não funcionem apenas como medidas paliativas e sim que tenham o potencial de tornarem o sistema legislativo (que faz as leis),o judiciário (que tem o papel de julga-las) e o executivo mais eficientes no papel de fazerem funciona-las como verdadeiros instrumentos de aplicação das normas legais e que espera-se que não fique somente no papel e o que realmente espera-se é um verdadeiro compromisso e que este seja baseado na assistência jurídica que embora diga-se que esta é prestada de forma gratuita há que se destacar que esta não deve-se considera-la como tal e sim que esta já é custeada por meio de uma gama de tributos pesados e que já deve ter a função de pagá-la e não o contribuinte ter que recolher inúmeras taxas para dar andamento às ações que entra-se hoje e demoram 20, 30 ou até 40 anos para se dar um parecer.
Portanto, o que o contribuinte pleiteia não é muito e sim apenas o que é justo e deve ser atendido pelas autoridades de forma respeitosa e que a mesma demorando muito só tem a função de deixar o sistema mais lento e caro e espera-se que todos tenham consciência do dever que lhe é facultado, isto é, o estrito cumprimento do dever e não se deve jamais esquecer que a violência deverá ser tratada como um assunto de relevância e que ao tratá-lo os debatedores lembrem-se que não se trata de dinheiro e sim de vidas humanas.


Rodrigo Cabello da Silva -Estudante

O que é PROERD?

É um programa de caráter social preventivo, posto em prática pela Polícia Militar, junto aos alunos do 5º ano que encontram-se na faixa etária de 09 a 12 anos de idade e dos adolescentes do 7º ano, na faixa etária de 12 a 14 anos de idade. O programa é aplicado nas escolas da rede de ensino público e privado, através do esforço cooperativo entre Polícia Militar, Escola e família, oferecendo atividades educacionais em sala de aula, que inserem em nossas crianças e adolescentes a necessidade de desenvolver as suas potencialidades, ajudando a preparar para o futuro uma geração consciente do exercício de sua cidadania. O PROERD também oferece um curso especifico à família, é desenvolvido em 5 (cinco) encontros, uma vez por semana, durante 2 (duas) horas. Tem como objetivo capacitar os pais a ajudarem os seus filhos a fazerem escolhas positivas. São discutidas informações relacionadas com fatores de risco e proteção, rede de apoio, resolução de conflitos, técnicas de comunicação, entre outros.
O programa possui 26 instrutores habilitados, distribuídos nos seguintes Municípios:
Natal
Parnamirim
Tangará
Currais Novos
Cerro Corá
Caicó
Guamaré
Acari
São Tomé
Cruzeta
Parelhas
Jardim do Seridó
Carnaúba dos Dantas
Caraúbas
Santana do Serido
Equador
Aréz
Recebendo em junho de 2003 o Diploma do Mérito pela Valorização da Vida da Secretaria Nacional Antidrogas (SENAD).
O início do Programa na escola é precedido por uma reunião com pais e educadores, no sentido de divulgar o programa e orientar o engajamento e a participação de todos no processo.
O policial deverá comparecer à escola fardado, uma vez por semana, ao longo de um semestre, acompanhado do professor da turma, para ministrar as aulas aos estudantes.
As aulas a serem ministradas estarão organizadas no livro do estudante, em 10 (dez) lições de 60 minutos.
Além do livro do estudante a criança recebe um “kit” de comunicação visual composto de 01 camiseta e 01 boné com a logomarca do programa, os quais serão distribuídos no dia da Formatura, juntamente com um certificado de conclusão do curso, quando o aluno formando presta o compromisso diante da Polícia, da Escola e da Família de resistir às drogas e à violência.
O PROERD tem como um de seus principais objetivos proporcionar o crescimento e o desenvolvimento global de nossas crianças, tornando-os cidadãos críticos capazes de resistir as pressões para usarem drogas e ajudarem no tão sonhado processo de construção de um país melhor.
Objetivos:
Atuação da Polícia Militar voltada para a prevenção ao uso de Drogas, as ações de vandalismo e formação de gangues entre os jovens;
Possibilidade de redução de problemas locais afetos a segurança pública, pela excelente oportunidade da interação entre a Policia Militar, Escola e Família.

Seis assassinados em boca de fumo

Chacina ocorrida na madrugada de ontem chocou São Gonçalo do Amarante. Quatro mortos eram da mesma família
O adolescente de 17 anos assassinado ontem em São Gonçalo do Amarante, município pertencente à região metropolitana de Natal, foi apontado como o responsável pela boca de fumo onde ocorreu a chacina que vitimou outras cinco pessoas, quatro delas da mesma família. O crime ocorreu na casa do jovem por volta da 1h desse domingo, quando três homens encapuzados invadiram a residência, situada à Travessa Boaneges Mendes da Silva, no bairro de Santo Antônio, onde eram negociadas vendas de maconha. Os tiros foram efetuados com armas de grosso calibre.
Quatro pessoas morreram na hora: os irmãos Klésio Viana de Araújo, de 17 anos, e José Cássio do Nascimento de Araújo, 20, além dos primos Anderson Kleiton Cunha do Nascimento, 21, e Valtércio Barbosa do Nascimento, 24. Outras duas pessoas, Marco Viana de Araújo e Mairton Viana de Araújo - primo e irmão do adolescente, respectivamente - foram socorridas e encaminhadas ao Hospital Walfredo Gurgel, mas não sobreviveram. A polícia acredita que a chacina tenha sido motivada por dívidas do tráfico de drogas. Ainda não se tem pistas dos suspeitos. Três dos quatro jovens mortos no local foram velados no ginásio de esportes do município. Ninguém soube informar sobre o velório de Valtércio Barbosa.Edinalva Ferreira do Nascimento, tia dos irmãos Viana de Araújo, conta que um deles, José Cássio, "morreu por acidente", já que havia acordado no momento dos tiros e, por curiosidade, foi ver o que estava acontecendo. "Ele havia chegado tarde do trabalho e foi dormir. Ele morava na casa com a esposa e dois irmãos. Os homens pediram dinheiro e ele chegou a dar tudo que tinha, mas não adiantou. Eles atiraram mesmo assim. Uma covardia, já que ele não era envolvido com drogas", lamentou. Edinalva diz ainda não acreditar em vingança. "Eles se envolviam com drogas, mas não tinham inimizades", conta.
Consternação no velório
A mãe de Anderson Kleiton, que se mostrou muito abalada durante o velório, diz queo filho não estava trabalhando e nem estudando. ""Eu sabia que ele fumava e vivia conversando para ver se ele deixava a droga, mas ele nunca me ouviu. Tenho mais três filhos e todos moravam comigo, mas na hora do crime, Anderson estava na casa dos outros rapazes. Meu filho estava na casa do traficante, que era aquele do meio", disse, apontando para o corpo do adolescente. "É muito doloroso ver um filho morto, ainda mais por causa de drogas", disse, indignada.De acordo com Manoel Fonseca de Araújo, tio de quatro rapazes baleados, a noite foi de angústia. "Ligaram para minha casa às 2h dizendo que havia acontecido uma tragédia na família. Dois sobrinhos assassinados e mais dois em estado grave", relatou, sabendo depois que os jovens internados haviam morrido. Mesmo assustado com a situação, Manoel disse que os familiares tinham conhecimento do envolvimento dos jovens com drogas. A delegacia de Polícia Geral do estado deverá divulgar nos próximos dias uma equipe para investigar as execuções.
Foto: Ana Amaral/DN/D.A Press