terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Trânsito de Apodi-RN: Violência oculta.

Local onde mais se faz contra Mão de nossa cidade: Em frente ao Motel Libido

As principais causas de acidentes de trânsito em nossa cidade é a imprudência dos motoristas e motoqueiros, que não respeitam os limites de segurança, e acabam provocando acidentes. Essa foto em destaque (foto acima), é a principal prova disso, uma vez que, muitas pessoas deixam de fazer o contorno em frente aos posto Apodi para entrarem em frente ao Motel Libido (contra mão), colocando em risco a propria vida e a dos outros. Outro grande fator responsável pelos acidentes é o consumo de bebidas alcóolicas.

Capitão Carvalho

Hoje pela manhã, uma equipe do blog, foi até a delegacia de policia civil fazer um levantamento sobre o número de mortes causadas por acidentes de trânsito em nossa cidade, e ao analisarmos os inquéritos verificamos que no ano de 2008 morreram 8 pessoas vítimas de acidente, já em 2009 morreram até o momento 10 pessoas, em um total de 18 pessoas nesses últimos dois anos, sem falar naquelas pessoas que se encontram com sequelas provocadas por acidente.
Diante desses números, o capitão Carvalho, vai solicitar ao comandante do segundo distrito da policia rodoviária estadual de trânsito, capitão Gomes, uma fiscalização mais intensa em nossa cidade, como também vai acionar a Policia Rodoviária Federal para fiscalizar o trecho da BR 405, que passa dentro da cidade. Com essas medidas, esperamos que esses números diminuam.

Locais onde mais acontecem acidentes:



Trecho que vai do Posto Gonzaga à Madeireira São Francisco é considerado um dos pontos mais críticos, inclusive a poucos dias atrás um jovem morreu vítima de um acidente, que envolveu um carro e uma moto.

Nem bala, nem faca, o que mais mata em Apodi é o trânsito

Motoristas e motoqueiros não respeitam o semáforo que fica na BR - 405 (em frente ao cemitério).

Da ponte até o bairro Bico Torto: Problema antigo, já morreu muita gente nesse trecho.

Problema novo: Estrada que liga a BR 405 até o sítio Soledade passando pelo IFRN, no último domingo, mais uma vítima de acidente.

Vamos nos movimentar e mudar esses dados, não queremos mais vermos os filhos de nossa terra morrerem dessa forma, abram o olho que o problema é sério.

10 comentários:

Anônimo disse...

Excelente materia, parabéns ao blog!

Anônimo disse...

sou motorista a cause dez anos de habilitaçao tenho andando em varias cidades do estado e vejo de perto a questao de transito onde tenho passado, o maior problema que encontro aqui em apodi sao motociclista que a maioria sao imprudentes fazem ultrapassagem indefidas pela direita nao sabem nem o que estao fazendo, a cidade nao disponibilizar de sinalizaçao pra indentifica mao e contramao a proibiçao de estacionamento,nada disso e pricipal questao pra tbm é fiscalizaçao que nunca teve mais agente daqui de apodi temos que coloca uma coisa nao cebeça que aqui tem existir a fiscalizaço apodi nao mais aquela cidade de des carrinho dez motos circulando na rua temos milhares ja, pra isso temos que se adptar-se ao grande fluxo de veiculos que existe em nossa cidade onde boa parte nao sao habilitados todos de menores isso temos que coloca na cabeça senhores pais e maes de familia que isso é totalmente fora da lei
é crime temos que aceita a fiscalizaçao e puniçoes pra aqueles que ensiste continua no mesmo erro, sao filhos nossos que estao morrendo no transito da nossa cidade !!!

nao temos mais o que espera nao fiscalizaçao ja !!!

Anônimo disse...

se o senhor capitao conseguir tira essa rapazinho que querem ser danados em cima de moto querendo da uma de engraçadinhos ja diminue metades da ocorrencia ....

Anônimo disse...

ali em frente a casa loterica ate a eletrosiarom ninguem consegue passa nesse setor durante o dia cheio de carro la ..nao vou chamar aquilo de estacionado pq aqui nao é estaciona nao se chama deixa no meio do tempo um carro ...

eliane pereira disse...

Vivemos num contexto que estimula o individualismo e a competição. A todo instante e de todos os lados, recebemos mensagens e até mesmo pressões para nos preocuparmos principalmente com nossos interesses e para considerar os outros como adversários. Para sermos continuamente competitivos, acabamos nos tornando individualistas. Com isto, manter um comportamento ético e solidário, muitas vezes, torna-se difícil. O respeito às diferenças e aos direitos individuais não têm espaço e a vida torna-se uma aventura perigosa.

A mídia reforça os valores de competição, risco e hedonismo desmedido, colaborando para uma conduta irresponsável e agressiva. O prazer de "correr risco" é valorizado como comportamento jovial e "contestador". A alta velocidade é veiculada como sinônimo de "liberdade" e poder. O "outro" é quem deve ser sempre culpado, independentemente das circunstâncias. Desta forma, sob a perspectiva da antropologia social, o automóvel torna-se símbolo da violência.

A rua se transforma em arena de disputas, onde vale a "lei do mais forte". O resultado desta batalha diária é o elevado número de acidentes e mortes no trânsito que destrói vidas e esperanças de muitos Apodienses. Esta situação é muito mais dramática quando ocorre com as crianças e adolescentes de 5 a 14 anos, que morrem mais pelo trânsito do que por qualquer outra doença, violência ou acidente: o carro tornou-se o predador de crianças e adolescentes
O desrespeito às regras de trânsito, o uso de bebidas alcoólicas ou drogas, entre outros motivos, têm sido apontados como as principais causas de acidentes de trânsito Entretanto, o cidadão e o Estado têm responsabilidades por esse trânsito caótico e desumano. Se por um lado, os motoristas contribuem com uma parcela significativa dos problemas do trânsito e a população não conhece ou não exige seus direitos, por outro, falta ao Estado vontade política em tratar devidamente o assunto. Estas causas são derivadas do comportamento de indivíduos e instituições, mas podem ser entendidas também como reflexo de um sistema social que ciclicamente as perpetuam.

Paulo Henrique disse...

"se o senhor capitao conseguir tira esses rapazinhos que querem ser danados em cima de moto querendo da uma de engraçadinhos ja diminue metades da ocorrencia ...."

Bem concordo plenamente, mas sou a favor da nao proibiçao de Alguns menores responsaveis que temos na cidade conduzirem veiculos.
Pois é devido a esses Irresponsaveis que os Responsaveis levam culpa, e ficam sem conduzirem motos,
(O que nos prejudica, pois as vezes precisamos ir na casa de um parente, ou de uma namorada que mora longe.)

Anônimo disse...

deveria colar pelo o menos tartarugas espalhadas na nossa cidade ou entao um radar eletronico en frente a o posto de gonzaga assim talvez deminuiriam os acidentes.pois ums dos motivos è a alta velocidade. e poucos sabem que aqui na nossa cidade o limete e de 30 a 40 km.

Anônimo disse...

parabens pelo o trabalho que vc ta fazendo em nossa cidade.

Anônimo disse...

parabens pelo o trabalho que vc ta fazendo em nossa cidade.

Anônimo disse...

tem que colocar tbm sinalização espalhadas pela a nossa cidade.assim tbm evita acidentes.valeu pelo o otimo trabalho que vc realiza en nossa cidade.